TEXTO DA GIRA VIRTUAL DE 12/08/2020

TEXTO DA GIRA VIRTUAL DE 12/08/2020

Hoje estamos aqui para saudar Obaluaê e seu campo sagrado: a saúde.

É ele que rege o nosso equilíbrio físico, psíquico e espiritual.

Nesse mês Obaluaê nos convida a seguinte reflexão: como está sua saúde hoje?

Vamos reservar uns minutinhos para uma autoanálise. Vamos por partes.

Do ponto de vista físico, orgânico, como está seu corpo? Sinta o seu corpo nesse momento. Relembre como ele esteve durante o seu dia, durante a semana. Há dores? Cansaço? Fraquezas? Vigor? Disposição, indisposição? Quais mensagens seu corpo está tentando te passar? Quais sinais ele grita em você? Você consegue ouvi-lo? Consegue cuidá-lo?

Omulú nos ensina que o corpo é nossa morada sagrada, seu elemento é a Terra, o que significa a materialidade, não adianta cuidarmos do espírito se não cuidarmos de nossa matéria.

Como está sua alimentação hoje em dia? O que você tem colocado dentro de seu corpo? Consegue perceber os excessos, as deficiências? O que você ingere demais ou de menos? Percebe o equilíbrio de que falamos? Sem neuroses, sem paranoia! Somente tente sentir o seu corpo e suas necessidades, ele mesmo te dirá o que está te fazendo bem e o que não está…

Como está sua ingestão de água? Você está hidratando o seu corpo? Dando a ele o líquido que ele precisa para seu pleno funcionamento?

Como está o seu sono? Você consegue deixar o seu corpo descansar? Ou está sempre ligado, preocupado, ansioso, ativo? Percebe aqui novamente o equilíbrio? Assim como temos o dia e a noite, precisamos da atividade e da inatividade. Se está com dificuldades para dormir, primeiro passo, perceba suas atividades antes de se preparar para o sono, antes de dormir não faça tarefas que despertem ou ativem demais sua mente ou corpo. Uso de eletrônicos prejudica muito nesse momento. Tente ler um livro sobre espiritualidade ou algum assunto que te interesse, tente meditar, tente tomar um banho quente, tomar um chá ou qualquer coisa que te ajude a entrar em um estado de maior relaxamento minutos ou mesmo horas antes de ir para a cama. Faça esse teste por alguns dias. Mude hábitos. Permita-se. Comprometa-se com você mesmo. Perceba o seu corpo e suas necessidades. Em saúde não há fórmulas mágicas, é somente experimentando que iremos saber.

Como estão seus hábitos de higiene? Lembre-se, não é porque não está saindo de casa que não precisa tomar banho, se cuidar, às vezes até se maquiar e colocar adornos para as mulheres ou fazer a barba para os homens (claro, dentro de seus desejos, preferências e necessidades), mas não seja relapso com o seu corpo.

Na hora do banho, conecte-se com o elemento água. Peça que as Iabás limpem as negatividades. Você sabia que água é o símbolo das emoções e dos sentimentos? Perceba como estão os seus. Ao limpar o seu corpo, limpe também suas emoções, renove seus sentimentos, conecte-se, perceba o que sua alma está transbordando, permita-se com amor e respeito cuidar de seus sentimentos. Chore se for preciso. É momento de limpeza!

Perceba que o elemento água está em outros momentos com você no dia-a-dia, ao lavar uma roupa, ao lavar louça, ao limpar a casa ou mesmo regar as plantas. Conecte-se com a água. Se sentir-se muito sobrecarregado, coloque um pouco de água em uma bacia, em uma temperatura agradável, então, coloque os seus pés descalços nela e fique ali por alguns minutos. Conecte-se com Mãe Iemanjá, Mãe Oxum, Mãe Nanã, Mãe Iansã, as sinta tirando de você e puxando para a água o que estiver em excesso… renovando o seu ser.

Como está esse seu contato com a natureza? Nossa religião e nossos guias nos ensinam constantemente a importância da natureza para a nossa saúde. Você tem plantas em casa? Gosta de cuidar delas? Já experimentou colocar a mão na terra, sentir o cheiro da terra molhada quando a rega? Você conversa com suas plantas? Não, isso não é sinônimo de loucura, pelo contrário, é reconhecer que há vidas em diferentes formas e que o reino vegetal, mineral e outros também possuem energia e vida, não são somente os seres humanos. Respeite todas as formas de vida. Se você não tem apreço por plantas, experimente! Você verá os efeitos delas em sua casa e em sua alma. Ao mexer com elas, chame pelos caboclos, sinta Oxóssi, sinta Jurema. Eles estão lá.

Ainda no elemento terra, como anda sua conexão com as ervas? Você tem feito os seus banhos de defesa? Gosta de chás? Conhece as propriedades das ervas? Estude, conecte-se, aprenda sobre elas, ou mesmo siga a sua intuição, mas lembre-se que o melhor remédio para a alma é a natureza. E ela não está somente no meio de uma mata, de uma cachoeira ou mar. Ela está em seu dia-a-dia, ao seu redor, dentro de você também! Às vezes nos distanciamos de nossas essências e o contato com a natureza que está fora de nós reativa essa força e esse axé de dentro.

Você tem animais? Troca energia com eles?

E sua casa, como tem cuidado dela? Saiba que cuidar da nossa casa também é cuidar de nossa saúde. Você gosta do lugar que vive? Você agradece por ter esse lugar que te guarda e protege? Ou você só consegue enxergar os pontos negativos? Porque é pequeno, porque tem infiltração, porque não é de seu gosto etc. Tente enxergar o lado bom de sua casa e da vida. Perceba como tudo o que fazemos nos pequenos gestos e coisas do dia-a-dia tem a ver com nossos padrões de pensar, sentir e agir no mundo.

Além das plantas que pode ter em casa, gosta de pedras? Aromas? Tem feito sua defumação? Importante limpar a parte física, tirar o pó, mas também limpar as energias. Se não tem turíbulo pode fazer com incenso. Pode acender incenso quando quiser. Escolha aromas que te agradem ou mesmo de sua necessidade. Para isso perceba o seu corpo, perceba o que está precisando. É de mais calma? É de mais ânimo? Quais energias você está precisando evocar? Quais partes do corpo você precisa cuidar, quais chacras sente que precisar dar mais atenção?

E velas? Você gosta? Tem acendido? Se sim, espero que em lugares reservados e seguros para tanto. O elemento fogo é essencial para o nosso equilíbrio também. Ele é o transmutador por excelência. Ele queima. É por ele que a pipoca se transforma no que ela é. Pelo poder do fogo o milho duro transforma-se em pipoca macia. Mas para tanto, ela precisa aguentar o calor do fogo. Não é fácil, mas é possível. Como você tem aguentado o calor do fogo que passamos nesse momento? Um fogo intenso e universal. Sim, desamparo e angústia são sentimentos comuns nesse momento. Não se sinta mal por se sentir mal. Lembre-se da pipoca. Estamos nessa fase, estamos juntos com outros milhos dentro da panela quente. Mas lembre-se, essa fase irá passar. Você não está sozinho. Olhe ao redor, fortaleça-se em seus vínculos. Peça ajuda. Mas não desanime, não se desespere, não se deixe desesperançar. Aproveite o poder do fogo. Jogue nele o que te faz mal, o que você não quer mais em você e em sua vida.

Lembram daquela firmeza de final de ano em que Maria de Holanda pediu que jogássemos no fogo tudo que não queríamos mais? Então. Experimente. Escreva em um papel tudo o que você não quer mais em você e em sua vida. Depois, em um lugar e recipientes seguros – se conseguir, quiser e for possível – acenda um pequeno fogo e jogue o seu papel, sinta o fogo limpando e transmutando tudo isso. Se não for possível, faça isso mentalmente – nossa mente tem muito poder e através dela conseguimos mudar as coisas. Ou mesmo, quando acender sua vela habitual – também em lugar seguro e adequado – seja de qual cor e tamanho for, pense nessa chama transformando o que você necessita.

E o elemento ar? Ele é imprescindível para a nossa sobrevivência, mas você presta atenção no ar que entra em seu corpo? Consegue perceber como sua respiração se modifica a depender das situações? Saiba que ela também tem o poder de modificar você e sua energia. Se estiver muito ansioso, tente parar uns minutos e perceber o ar que entra e sai de suas narinas. Sabia que existem técnicas de respiração para diminuir ansiedade? Aprenda! Reserve dois minutos do seu dia para isso – e não somente quando está em crise.

E o céu, você o repara? Você se conecta com ele? Toma um pouquinho de sol? Percebe que o sol te traz saúde? Física, psíquica e espiritual, ele é uma explosão de energia!! Sinta seus raios iluminando o seu rosto, iluminando os seus pensamentos. Você sabia que o elemento ar é relacionado com o nosso pensar? Como estão os seus pensamentos hoje? Entregue eles para a brisa dos ventos de Iansã, deixe que Ela os renove… a função da mente é produzir pensamentos, não brigue com eles, mas não se apegue muito a eles também…tente perceber o movimento de seus pensamentos, como eles vem e vão…deixe o sol agir. Mas como nem tudo é iluminação, deixe a lua agir também. Você já contemplou a lua essa semana? Já olhou para o céu a noite? Ele está nublado ou repleto de estrelas? De uma forma ou de outra é a vida e suas diversas formas de manifestação…saiba respeitar todas elas. Saiba respeitar a lua que está habitando você hoje. Ela está cheia, minguante, ou é lua nova? Não importa, respeite, sinta, harmonize-se com sua estação…

 

Por fim, como está sua rotina? Tem trabalhado exaustivamente? Ou está completamente no ócio? Está conseguindo equilibrar suas tarefas? Não? Lembre-se que isso também está em suas mãos. Mesmo que a carga de trabalho esteja grande, é impossível não ter pelo menos alguns minutos para você se dedicar a você mesmo. Não para para comer, tomar banho? Não? Então algo está muito errado. Se sim, então também é possível alguns minutos para sua conexão própria. Seja antes de dormir, ou ao acordar ou mesmo durante o dia. Tente. Experimente se olhar no espelho e conversar com você mesmo, reparar em seus olhos, pele, expressões. Esforce-se. Valerá a pena, estamos falando de sua saúde.  Percebe novamente o equilíbrio?

Da mesma forma, se você fica o dia inteiro na conexão espiritual e não consegue se organizar para realizar outras tarefas, de trabalho, da casa, da vida prática, você também não está no equilíbrio. Lembre-se de Omulú. Cuidar do espírito é essencial, mas não subestime o valor da matéria. Estamos encarnados, precisamos viver nesse plano. Mas já que temos a oportunidade e o privilégio de saber e sentir o plano espiritual, sejamos dignos, cuidemos de todos os nossos corpos: físico, psíquico, espiritual.

Reconheça a preciosidade que é o nosso corpo e seu funcionamento. Perceba que tudo está integrado, está conectado. Cuidar de seu corpo é também cuidar de seu espírito, cuidar de sua casa é também cuidar de sua alma, cuidar de suas relações é cuidar de si. Comece no pequeno, no dia-a-dia, e você perceberá uma grande mudança.

Todos dizem que estamos passando por um período de mudanças, não é mesmo? De fato. Quantas mudanças em nosso mundo, nas coisas que conhecíamos e fazíamos e agora estão totalmente diferentes. E você? Está diferente? Ou segue um mesmo padrão? Perceba a oportunidade de mudanças em você também. O tempo é agora. Cuide-se. Tenha mais carinho e afeto por você, reserve mais tempo do dia para conhecer você, para cultivar atividades de seu prazer. Não sabe o que te dá prazer? Está na hora de descobrir, não é? Não deixe a oportunidade passar, a vida é agora, não sabemos quanto tempo mais teremos por aqui. A morte é a única certeza que temos quando encarnamos, o mais importante é o que fazemos nesse período entre o nascer e o morrer: que é o nosso viver.

 

Mudanças de padrões de comportamento, hábitos não são adquiridos do dia para a noite, esforce-se, comprometa-se, confie e persista. Você sentirá e verá a mudança acontecer.

Não há forma melhor de saudar e reverenciar Obaluaê do que cuidar de nossa própria saúde! Toda vez que olhamos e cuidamos de nós, Ele se faz presente.

Vamos sim pedir para Ele proteção e cura, mas não vamos nos esquecer da nossa parte! Ele espera isso de nós! Vamos nos responsabilizar pelo nosso despertar e por todas as mudanças que queremos no mundo a começar por cada um de nós!

Atotô Obaluaê!! Salve a força de Omulú!

Isadora Di Natale Nobre – Filha de Santo do T.E.U.C. Pena Verde – 12/08/2020.

Sem Comentários

Escreva um Comentário