OS TIJOLOS

OS TIJOLOS

Estava aqui imaginando uma parede, daquelas de tijolos avermelhados, velhos, trincados, sujos e desgastados, porém tijolos que mesmo sofridos, permanecem firmes e fortes, empilhados uns em cima dos outros sustentando uma parede, que pode sustentar uma casa, um prédio, ou apenas uma mureta. E pensando nesses tijolos, com o pouco tempo de conhecimento que venho adquirindo sobre a Umbanda e a espiritualidade, me imaginei como se fosse um único tijolo dessa imensa parede. Onde cada marca desse tijolo representa uma dor, angústia, sofrimento, vícios, hábitos, arrependimentos, medos e outras sombras que existem dentro de nós. Mas observando bem essa parede, sempre existirão “tijolos iluminados” em nossa volta, que não nos deixarão quebrar ou cair, nos sustentando, e assim os associo com nossos Guias, Entidades, Mentores, Santos, Orixás e todos os espíritos de luz que nos guiam nessa passagem pelo planeta Terra. São eles os responsáveis por colocar o “cimento de luz” entre os tijolos de nossas vidas, cimento esse que podemos chamar de amor, carinho, respeito, fé e humildade, assim juntando todos os tijolos em uma única parede, unindo todas as pessoas, trazendo ainda mais para perto deles, aqueles que querem e aceitam uma mudança, aqueles que acreditam que a missão na terra é algo maior do que comer, beber e dormir. Aqueles que querem fazer a diferença, sendo pessoas melhores para si mesmas e para com os seus irmãos, só assim conseguiremos trilhar o caminho para um mundo melhor. Sabendo que a espiritualidade nunca soltou e nunca soltará nossas mãos em momento algum, lembrando que o Respeito é a lei. Muita paz e luz para todos os irmãos.

 

Texto de Eduardo Oliveira

Sem Comentários

Escreva um Comentário