MUDANÇAS

MUDANÇAS

Uma empresa quando não está indo bem é muito comum que chame uma empresa de consultoria e outra de auditoria. A de consultoria vai verificar os procedimentos de todos os departamentos da empresa: produção, RH, logística, sistemas, administração, marketing, comercial e etc.; e a de auditoria vai verificar todas as contas da empresa, pagamentos, recebimentos, aplicações e demais operações financeiras.

No final de todas as análises, ambas vão gerar um relatório, apontando os pontos fortes, os fracos, os desperdícios, os excessos, as perdas, as falhas, os eventuais desvios, e tudo mais que atrapalha o bom desenvolvimento da empresa, e vão fazer sugestões para mudanças.

Porém, cabe ao dono ou aos acionistas terem a humildade em admitir que a sua gestão está equivocada e ter coragem para fazer mudanças; mudanças estas que são muito difíceis, pois envolvem, muitas vezes, mudar cultura, métodos e procedimentos que já estão enraizados há muitos anos, e que a muito tempo atrás dava certo.

Um automóvel relativamente novo apresentava um problema de trepidação sempre que ultrapassava uma certa velocidade.

Foi levado a um mecânico que diagnosticou o problema como sendo válvulas, regulou e o problema continuou; levado a um outro mecânico, este diagnosticou o problema como a injeção, trocaram-se os bicos e o problema persistiu, até que foi levado a um outro mecânico mais experiente, que antes de dar o seu diagnóstico teve o trabalho de desmontar todo o motor para poder enxergar que o problema era uma pequena rosca de um parafuso que estava solta, e que a solução era simplesmente reapertá-lo, mas para descobrir o defeito foi preciso ter a disposição e a coragem em desmontar todo o motor, e já que iria ser remontado, aproveitar para dar uma boa revisão, lubrificação e trocar as peças que estavam mais gastas.

Se em nossas vidas não estamos bem ou não estamos suficientemente equilibrados, ou ela não está indo para o caminho que gostaríamos, muito provavelmente estamos também necessitando de mudanças.

E para que as mudanças sejam suficientes para colocar ou recolocar as nossas vidas nos “trilhos”, se faz necessário em primeiro lugar diagnosticar os problemas, e para isso precisamos de uma análise mais profunda como nos exemplos da empresa ou do automóvel.

Quando não estamos bem ou nos sentindo perdidos, é muito comum procurarmos a espiritualidade na esperança de uma solução mágica e rápida, porém ela vai atuar como as empresas de auditoria e consultoria, e o mecânico mais experiente, nos ajudando a encontrar e diagnosticar os nossos problemas, que na maioria das vezes, senão na sua totalidade têm a origem em nós mesmos.

Nós somos donos dos nossos destinos e cabe a nós a responsabilidade, atitude e coragem, para depois que encontrarmos e admitirmos os nossos problemas, termos a humildade em fazer as mudanças necessárias e corrigirmos o nosso rumo que é igual e comum a todos: evolução e crescimento.
Texto de Milton Norgini, Filho de Santo do T.E.U.C. Pena Verde

Sem Comentários

Escreva um Comentário