A ESCOLA DA VIDA

A ESCOLA DA VIDA

Na minha modesta opinião, não acredito que a espiritualidade, em sua infinita inteligência permitiria que um espírito que não esteja minimamente equilibrado reencarnar.

Nós viemos para este plano com o único objetivo: cumprir a nossa missão, que é sair melhor do que entramos e com prazo definido para isso.

Como a vida é uma escola, e vamos fazer mais um curso, nós já sabemos qual vai ser o curriculum, quais serão as matérias, e nesta grade curricular estão a nossa família, os nossos filhos, as pessoas que entraram, saíram e ainda vão entrar em nossas vidas, a nossa profissão, os momentos adversos e os bons e mais um monte de outros fatores que já foram previamente combinados, e é muito comum também trazermos algumas Depois.

Durante o período que estamos fazendo o nosso curso principal, podemos também fazer os extras curriculares, que temos a total liberdade para escolher, porém para fazermos estes cursos, nós nem sempre estamos preparados, e é onde encontramos a maior dificuldade para concluí-los.

Como umbandista, me atrevo a dizer que, a maioria esmagadora dos nossos problemas tem como origem em nós mesmos, e a solução começa também por nós, e se fomos nos consultar com uma entidade que é séria, será exatamente isso que ela irá nos preconizar, e que esta alinhado com as orientações das Entidades Chefes, quando elas sempre nos dizem, de maneira explicita ou implícita nas suas preleções: olhar para dentro de si, reforma intima, lidar com as diferenças, se livrar do orgulho, do preconceito e ter mais humildade.

Porém, por falta de orientação, de coragem ou por conveniência, temos a tendência em achar que os nossos problemas são sempre de ordem espiritual; problemas de ordem espiritual existem sim, mas são a minoria se não raros.

A maneira de como lidamos com os nossos problemas e como os acumulamos, com o tempo eles podem fazer adoecer o nosso espírito, e com o espírito doente, também adoecemos o nosso corpo físico, dai surgem várias doenças, dentre elas aquelas que por mais que fazemos exames nunca se chega a um diagnostico as autoimunes, dependência química e também a depressão.

A depressão é uma doença comprovadamente física, orgânica, que poderíamos descrevê-la de uma maneira bem ignorante, como a química do cérebro em sua complexidade dos seus neurônios e neurotransmissores que não estão devidamente alinhados, ela é séria, pode ser grave, podendo levar uma pessoa a um total desinteresse pela vida, podendo levá-la a cometer um ato extremo.

Essa doença tem tratamento, deve ser clínico e por um profissional, e se a pessoa tiver fé pode também ser espiritual, onde uma vai complementar a outra, fazendo com que o seu controle seja mais rápido, para que ela retorne a sua missão, com todos os seus desafios, porém de uma maneira mais equilibrada.

 

Texto elaborado por Milton Norgoni, Filho de Santo do T.E.U.C. Pena Verde – 017/09/2020.

 

Sem Comentários

Escreva um Comentário