Quaresma

Quaresma

Quaresma

“Em meio à escuridão desses dias, a falta de fé e dificuldade de entendimento de muitos, me pergunto às vezes o porquê desse período, Se dependesse de nossas forças, de nossa vontade garanto que ele não existiria”. Porque somos guardiões, somos porteiros no real sentido da palavra. E quando as portas se abrem somos os responsáveis, porque as permitimos abrir. Mas vejo que se faz necessário. Faz-se necessário quando é possível observá-los. Observar a todos. Como ainda são necessárias as provações. Como ainda são necessárias as dificuldades pelas quais passam. São as fases que vocês tanto falam. Precisam da falta da luz para lembrar o quanto ela é necessária. Precisam ser provados. Não por nós. Mas por vocês mesmos. Para aprenderem na dificuldade, para descobrir em vocês forças que desconhecem em momentos de leveza. Falo a vocês que precisam disso como precisam do ar que respiram. Percebo em vocês a intensidade que esse momento proporciona às suas vidas. E vejo do que são capazes. Em todos os sentidos. Orgulho-Me daqueles que com muita fé e determinação passam de cabeça erguida, convictos de que cumprem sua missão. Orgulho-me da sua determinação. E vejo o quanto servem de exemplo para àqueles com os quais convivem. E é a convivência que os ensina a viver. O dia a dia ao lado daqueles que vocês mesmos escolheram viver. Por isso não digam e não se sintam vítimas. Foram vocês que decidiram o caminho mesmo que em momentos de falta de lucidez não se lembrem. Foram vocês os escolhidos das próprias escolhas mesmo que ouvindo isso não faça sentido nenhum. Mas um dia fará. E não temam o futuro. Ele só é o resultado de suas escolhas do presente. Por isso escolham o bem. Em todos os momentos escolham o bem. Tragam em vocês a verdade de uma vida feita de escolhas que não prejudicam, que não amaldiçoam que não julgam. Enxerguem esse tempo para refletirem o quanto são fracos quando podem ser fortes. E saiam dele com a certeza de que são fortes. Equilibrem as forças na espiritualidade. Escolheram-se a Umbanda como religião, sigam os seus preceitos e sejam dignos desta escolha.”

Mensagem do Exu Tranca Rua das Almas,

No Comments

Post A Comment